segunda-feira, 13 de abril de 2020

Projeto Antigo Clube da Bolsa - Museu do Café

O Projeto de Conservação e Reforma Simplificada para Acessibilidade do Antigo Clube da Bolsa foi desenvolvido de forma a atender a solicitação do Instituto de Preservação e Difusão da História do Café e da Imigração - INCI em reativar um espaço de convívio e lazer no Museu do Café.

Localizado no terceiro pavimento da Bolsa Oficial do Café em Santos (1922), o Clube da Bolsa, instalado em 1924, ali permaneceu até o fim dos anos 1970, quando o edifício foi desocupado para reformas. 

Em 1998 a edificação passa a abrigar o Museu do Café, mas a área ocupada pelo Clube da Bolsa permanece como espaço de escritórios da Secretaria da Fazenda até 2019, quando só então o espaço passa a ser gerido pelo INCI. 

O projeto contemplou não só as diretrizes e metodologias para a conservação e preservação do espaço e bens integrados como também um estudo de viabilidade técnica para acessibilidade e climatização.
Escada de acesso para o Hall Principal,  saindo do Hall do Elevador. Para preservar o Hall Principal com seus valores estéticos, históricos e simbólicos, foi elaborado, para o acesso de pessoas com necessidades especias, um estudo de viabilidade técnica-financeira para o acréscimo de uma parada do elevador no Patamar da Escada que se encontra em nível com os demais ambientes. 
Patamar da Escada que se encontra em nível com os demais ambientes. Estudo de viabilidade técnica-financeira para acréscimo de parada do elevador de forma a manter a estética do espaço patrimônio cultural e permitir o acesso universal.


Estudo de acessibilidade



Estudo de acessibilidade
Salão do Restaurante - Reparem no piso em madeira com desenhos geométricos e no forro de estuque abobadado com simulação de vigas de madeira.


Para a climatização do ambiente foi proposto o sistema de dutos externos pela fachada do patio de serviço e grelhas pintadas na mesma tonalidade da parede sobre as janelas. Tanto dutos como máquinas serão instalados nos pátios internos de serviço de forma a preservar a fachada em estilo eclético.


Parte dos lambris decorativos do salão se encontram com patologias e lacunas. Foi desenvolvido não só o mapa de danos de todas as áreas a serem preservadas, como também o diagnóstico e consultoria com profissionais habilitados.


Detalhe do mapa de danos dos lambris de madeira. Também foi desenvolvido o mapa de danos do piso de madeira e do forro de estuque bem como um memorial descritivo de danos e diagnósticos.


Para os sanitários, que já se encontravam com alterações significativas para justificar sua preservação, foi proposto um novo layout para atender as normas de acessibilidade brasileira (ABNT NBR 9050 2015). Para esse estudo foi mantida não só a simetria do projeto existente como também as esquadrias de madeira originais.



Projeto: Conservação e Reforma Simplificada para Acessibilidade do Antigo Clube da Bolsa.
Arquiteta responsável: Cristiane Py.
Autoras do projeto: Cristiane Py e Arq. Mariana Rillo.
Consultoria estrutural: Eng. Pedro Py.
Consultoria de elevadores: Basic Elevadores.
Consultoria de climatização: BR-AR Sistemas de Ar Condicionado Ltda. EPP.
Consultoria restauro de madeira: Antonio Carlos Barbosa.
Imagens:  Py Vieira Arquitetura e Eventos Ltda.


Postado por Cristiane Py




Nenhum comentário:

Postar um comentário